Luiz Carlos Motta

Heroicos trabalhadores

Numa realidade cercada por incertezas e preocupações, reconheço neste 1 de Maio o momento ideal para valorizarmos a nossa unidade e ampliarmos as nossas ações pela manutenção dos empregos e dos salários do comerciários e práticos de farmácia. A data também nos permite agradecer a dedicação desses profissionais que, por atuarem em serviços essenciais, seguem […]

Francisca Rocha

Educação pública de qualidade necessita de profissional especializado e de investimentos

Mesmo em meio à maior pandemia da história da humanidade, parte dos governadores estabelece o ensino remoto de apoio pedagógico como forma de responder à suspensão das aulas e manter o calendário letivo de 2020. Sendo que a maioria dos governadores atua em favor da privatização e, portanto, contra a educação pública. O Ministério da […]

João Guilherme Vargas Netto

Saúde, Emprego, Renda e Democracia

Amanhã, dia 28 de abril, o mundo prestará atenção às vítimas de acidentes de trabalho e de doenças profissionais, como faz todo ano. Neste, o foco será a solidariedade aos trabalhadores da saúde que enfrentam o coronavírus e são atingidos pela doença.

Edson Dias Bicalho

Ilusão

A pandemia de coronavírus nos atingiu de maneira tão intensa, dolorosa e danosa que muitos, querendo sair dela, estão criando ilusão. Formando a falsa expectativa de que o fim da quarentena, que no Estado de São Paulo está previsto para o próximo dia 11 de maio, será também o fim dos problemas. Infelizmente, não. É um perigo para as nossas vidas e, paradoxalmente, também pode ser um risco para a economia, se não acharmos um ponto de equilíbrio na reabertura.

Carlos Silva

Como vai ser?

A antecipação de cenários preestabelecidos poderá ser um exercício de mera adivinhação, tendo em conta a forma brutal como a pandemia do covid-19 se propagou entre nós – portugueses e no mundo, no início do século XXI, quando a Humanidade julgava ter já conhecimento e controlo suficientes sobre grande parte...

João Guilherme Vargas Netto

Uma grande iniciativa

Grande lição política que os dirigentes sindicais dão à toda sociedade e aos partidos, demonstrando o que se pode fazer – e o que se deve fazer corretamente – em momentos de pandemia.

José Carlos Ruy

Bolsonaro diz que é a Constituição – não é!

L’État c’est moi – O Estado sou eu – esta frase, atribuída ao absolutista rei Luís XIV, da França (que governou de 1638 a 1715), é semelhante à dita pelo capitão-presidente Jair Bolsonaro para tentar justificar sua participação no ato público golpista ocorrido em Brasília neste domingo (19). “Eu sou a Constituição”, disse – e […]

Eliseu Silva Costa

 Repúdio às manifestações contra a democracia e pela vida

A irresponsabilidade de quem apoia um Golpe Militar neste ou em qualquer outro momento é uma atitude descabida, fora de contexto, insana e sobretudo, desumana, na medida em que promove e apoia medidas que farão cada vez mais e mais pessoas se infectarem com o Coronavírus e pior, com o ódio.

João Guilherme Vargas Netto

Presteza, correção e coletividade

Um grande dirigente revolucionário já disse que há dias que valem semanas e tomadas de posição que orientam toda uma conjuntura. A nota coletiva das centrais sindicais contra a tentativa de golpe bolsonarista e a ameaça de ditadura e em defesa da democracia e da mais ampla frente de resistência...

Nilton Freitas

COVID19: multilateralismo versus egoísmo

Os sindicatos, como atores cada vez mais ativos no sistema internacional, devem defender a OMS e o multilateralismo, da mesma forma que defendem o Estado e a participação democrática no âmbito nacional. O contrário disso é a lei do mais forte, do unilateralismo bélico.