Antônio Neto

CLT, a maior conquista dos trabalhadores no Brasil

O que eles querem não é nada de novo e já vem sendo tentado há muito tempo: esmagar os nossos direitos

Miguel Torres

A Imprensa é livre e merece respeito!

O presidente Bolsonaro e seu vice foram legitimamente eleitos nas urnas, mas isto não significa que são donos do Brasil e que tudo podem permitir, incentivar e fazer.

Luiz Carlos Motta

Resistência e luta em 2019

Avançamos em vitórias trabalhistas, sindicais e sociais. Cito como exemplos as assinaturas de convenções coletivas e acordos, conquistas em PLR, defesa conjunta de direitos e, entre outros, inaugurações de casas pela nossa Cooperativa Habitacional e constituição de novos projetos.

Ricardo Patah

Reforma da previdência: é preciso contemplar tudo

Não se trata de eliminar direitos. Quero deixar bem claro. Precisamos, com urgência, cortar desigualdades e injustiças e eliminar privilégios. E o que é muito importante: dar transparência ao sistema.

Clemente Ganz Lúcio

O DIEESE do futuro

(Pré) ocupados com o futuro, vivemos um presente denso e de horizonte nebuloso. Esses tempos exigem que se desenvolvam novas sintonias propositivas com as essências do movimento invisível da história. A vida não para e nem espera. Segue! Presentes complexos pretéritos marcaram os 63 anos de história do DIEESE desde...

Renato Rabelo

Aldo Arantes, 80 anos de vida

Aldo Arantes é um destacado líder político de visão revolucionária, grande quadro partidário, respeitado nos setores progressistas e democráticos da sociedade, com imensa militância política por mais de seis décadas.

Umberto Martins

Retrato do capitalismo brasileiro

Os 10% mais ricos abocanham nada menos que 43,1% da renda nacional, 17,6 vezes mais que a parte atribuída aos 40% mais pobres. A diferença chega a 34,3 vezes em Salvador.

Clemente Ganz Lúcio

As negociações coletivas em 2018

Os resultados mostram que os sindicatos resistem bem, evitando a destruição dos direitos e colocando uma pauta para regular, por meio da negociação, os itens que julgam pertinentes. Essa será uma longa disputa que, nesse ano, somente começou.

Antônio Augusto de Queiróz (Toninho)

Bolsonaro verá realidade se impor a discurso

O presidente eleito, sob o argumento de que a estrutura partidária está viciada e só age à base do toma lá dá cá, fez campanha prometendo que não negociaria com os partidos a formação de seu governo. Mas, tão logo eleito, passou a negociar indicações com as bancadas informais, temáticas ou transversais, que se articulam no Congresso para a defesa de interesses setoriais.

Zoel Garcia Siqueira Siqueira

Declaração universal dos direitos humanos

Completou 70 anos, em 10 de dezembro, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, da Organização das Nações Unidas (ONU). Por falta de conhecimento generalizado sobre seus objetivos, vale destacar, a seguir, seu preâmbulo e seu artigo primeiro.