Carolina Maria Ruy

É a posição social, estúpido

Ao defender um argumento contra o preconceito de idade, ele foi elitista, incorreu em um preconceito de classe, mesmo que esta não tenha sido esta sua real intenção.

João Guilherme Vargas Netto

Valorizar o SUS

Um dos maiores erros estratégicos do novo sindicalismo brasileiro foi o de subestimar o sistema público de saúde, mesmo antes da instituição do SUS (artigo 196 da Constituição) na qual não teve participação efetiva.

Val Gomes

Estado de morte

Precisamos melhorar nosso voto, não só em 2022, mas já nas eleições municipais de 2020. É o mínimo a fazer dentro do jogo da democracia representativa.

Marilane Oliveira Teixeira

Promessas e realidade da reforma trabalhista no Brasil

Dentre os principais impactos da reforma, ela parece estar contribuindo para a redução dos custos trabalhistas. Contudo, ao fazer isso, ela ajuda a restringir o consumo, desestimulando investimentos, portanto, a criação dos prometidos empregos.

Pedro Zanotti Filho

Terceirização, precarização e corrupção

Em setembro de 2007, nosso Sindicato realizou, ainda na sede antiga, Seminário sobre terceirizações. Era a primeira atividade coletiva da diretoria recém-empossada, a fim de marcar posição sobre tema tão importante aos trabalhadores, ao Estado e à sociedade.

Clemente Ganz Lúcio

Atenção e cuidado: aberta uma agenda trabalhista complexa

O Conselho Nacional do Trabalho, órgão tripartite (governo, empregadores e trabalhadores) foi recriado pelo governo federal no âmbito da Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia. Esse Conselho tem a atribuição de tratar da proteção do trabalhador, das condições de trabalho, de segurança e saúde do trabalho e da revisão de normas.

João Guilherme Vargas Netto

BRICS sindical

Esta semana, em Brasília, reuniram-se as delegações sindicais dos países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) para discutirem “questões relativas ao mundo do trabalho e à promoção da democracia e dos direitos e interesses dos trabalhadores e trabalhadoras”, segundo a declaração final aprovada.

José Pereira dos Santos

O valor da PLR

No ano 2000 foi promulgada a Lei 10.101. Essa lei vinha pôr em prática o que já constava na CLT e na própria Constituição de 1988. Era um avanço, pois normatizava a ideia de que o trabalhador tem direito a participar dos lucros e/ou resultados da empresa (PLR).

A Esfinge da organização e da representação

Em 1950 o matemático Norbert Wiener lançou nos Estados Unidos seu livro: “Cibernética e sociedade: o uso humano de seres humanos” em que pessimistamente dizia que “a máquina automática representa o equivalente econômico perfeito do trabalho escravo. Qualquer trabalho que concorra com o trabalho escravo deve aceitar as condições econômicas do trabalho escravo.”

João Carlos Juruna

Não fizemos ontem e hoje faz falta!

O contexto no qual precisamos avançar hoje é de enorme adversidade. Pior que isso, é cristalino que as frentes de retrocesso predominam. É fundamental reunir forças para resistir, sem dúvida!