PUBLICADO EM 24 de abr de 2018
COMPARTILHAR COM:
Colunista Luiz Carlos Motta

1º de Maio contra os retrocessos

O movimento sindical comerciário se prepara para realizar o primeiro Dia do Trabalho depois da vigência da reforma trabalhista. Todas as bases dos 71 sindicatos filiados à Federação vão celebrar a data com reflexões, mas também com entretenimento. De modo unitário as 12 regionais que agrupam estes sindicatos já contam com uma programação que repudia a nova legislação trabalhista, pede o arquivamento da reforma da Previdência e a revisão da lei da terceirização irrestrita da mão de obra.

Respeito e dignidade
Serão vários os “palcos” que darão lugar às reivindicações comerciárias. Elas estão agendadas para ocorrerem nas sedes, subsedes e clubes de campo das entidades. Além das questões sindicais e trabalhistas, nossos sindicatos vão oferecer à categoria alimentação, diversões e sorteios de valiosos prêmios, sendo que alguns deles vão sortear motos zero quilômetro.

Para os 2,7 milhões de comerciários que representamos no Estado, este Dia do Trabalho vai reiterar o combate conjunto aos retrocessos trabalhistas impostos pelo governo federal. Por isso, estaremos em todo o Estado clamando por emprego, salário, respeito e dignidade à classe trabalhadora.

Luiz Carlos Motta é presidente da Fecomerciários

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS

QUENTINHAS