PUBLICADO EM 15 de Maio de 2020
COMPARTILHAR COM:

Contaminação por Covid-19 já afastou cerca de 225 policiais civis em São Paulo

A Secretaria de Segurança Pública revelou que até quarta (13,) a Polícia Civil tinha registrado o afastamento de cerca de 225 policiais por conta da Covid-19.

Dados oficiais apontam que 51 policiais já tiveram diagnóstico de Covid-19 confirmado e outros 174 ainda são considerados casos suspeitos – Foto: Arquivo

O número supera em 50% os dados de um levantamento realizado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) no dia 2 de abril, quando eram cerca de 150 policiais afastados do trabalho por contágio ou suspeita de coronavírus.

De acordo com os dados oficiais, 51 policiais já tiveram diagnóstico de Covid-19 confirmado. Outros 174 ainda são considerados casos suspeitos. “A gravidade do contágio em meio à população se repete entre os policiais, visto que nós exercemos um serviço essencial à sociedade e não podemos parar”, avalia Raquel Gallinati, presidente do Sindpesp.

O documento da Polícia Civil também ressalta que existem casos identificados e que ainda não foram contabilizados como afastamento por Covid-19 por falta de registros adequados. Esses casos não constam no registro oficial.

A Secretaria de Segurança informou que nesta sexta (15) começará a fazer a testagem de todos os policiais civis que trabalham na cidade de São Paulo. Para os que também moram na cidade, o teste será ampliado para seus familiares.

“É urgente que o governo proporcione a testagem dos policiais, porque o risco de contágio é inerente à nossa atividade”, concluiu Raquel Gallinati.

Nesta sexta (15), às 16 horas, a presidente do Sindpesp é a convidada para a Live da Agência Sindical. A entrevista abordará as ações que o Sindicato vem tomando para proteger os policiais civis frente à pandemia do Covid-19.

Fonte: Agência Sindical

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS

QUENTINHAS