PUBLICADO EM 06 de maio de 2021
COMPARTILHAR COM:
Colunista Susana Buzeli

Paulo Gustavo: “…Rir é um ato de resistência…”, “…Amar é ação, amar é arte…”

Paulo Gustavo (30/10/1978 – 04/05/2021)

Ator, humorista, diretor, roteirista e apresentador brasileiro, Paulo Gustavo estava internado desde o dia 13 de março.

Vítima da Covid e com 42 anos, ele não pôde tomar a vacina porque governantes brasileiros primeiro negaram a gravidade da doença, depois menosprezaram a epidemia e por fim não acreditaram na vacina.

Nós brasileiros vivemos dias e noites em pânico com os graves pronunciamentos e diretrizes que vinham desses governantes. Todo o esforço local para conter a epidemia era minado na esfera federal.

Com a falta de uma política transparente no combate à Covid, com a falta de roupas adequadas aos profissionais na área da saúde, em seguida a falta de oxigênio e de medicamentos; a pressão nos hospitais, cemitérios e crematórios disparou. Paulo Gustavo foi uma dessas vítimas.

Um ser humano que doou muito do seu amor, carisma e de sua arte para todos nós. Um artista genial, popular, consagrado e que sabia da extensão do preconceito e das diferenças sociais que assolam a humanidade. Seus esforços e donativos para amenizar o sofrimento foram muitos.

Paulo Gustavo deixa o marido, o médico Thales Bretas, e os dois filhos: Gael e Romeu.

Meu sincero abraço para a família e para todos que perderam com a Covid.

Em tempo:

Aqui estamos de luto. Paulo Gustavo representava o coletivo de um Brasil que mesmo lutando contra as terríveis diferenças sempre foi criativo, alegre e cordial.

Infelizmente, em 2016, tivemos um golpe político no país e uma presidenta foi destituída. Tudo parte de uma estratégia de uma extrema direita que infiltrava-se cada vez mais no imaginário da população e com grande apoio da mídia e do poder econômico nacional e estrangeiro.

Hoje temos um país retalhado.

A alma do povo está anestesiada e em choque…

Muito amor em nossas vidas.

Susana Buzeli, jornalista.

As imagens foram escolhidas e printadas de filmes e apresentações do artista.

 

As opiniões expostas neste artigo não refletem necessariamente a opinião do Rádio Peão Brasil

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS

QUENTINHAS