PUBLICADO EM 20 de abr de 2020
COMPARTILHAR COM:
Colunista Eliseu Silva Costa

 Repúdio às manifestações contra a democracia e pela vida

A Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo expressa seu absoluto repúdio às manifestações antidemocráticas ocorridas neste domingo (19), incitadas pelo Governo Federal apoiando absurdos como a volta do AI-5, o fechamento do Congresso Nacional e do STF.

Ao se colocar à frente destes movimentos, o Presidente Jair Bolsonaro demonstra toda o seu despreparo de lidar com opiniões que divergem da sua linha de governo que, convenhamos, até o momento tem se mostrado um desastre. A inconstância e o desequilíbrio emocional deste governo, particularmente neste momento de grave crise mundial, têm levado todos os setores sociais cada vez mais à insegurança e ao caos político institucional.

As atitudes tomadas pelo Presidente da República ultrapassam os limites da Lei e da civilidade. Carregando consigo uma parcela da população com desinformação e posturas que contradizem qualquer mínimo de bom senso diante de uma doença que assola o mundo inteiro e que exige a maior seriedade possível de seus mandatários.
A irresponsabilidade de quem apoia um Golpe Militar neste ou em qualquer outro momento é uma atitude descabida, fora de contexto, insana e sobretudo, desumana, na medida em que promove e apoia medidas que farão cada vez mais e mais pessoas se infectarem com o Corona Vírus e pior, com o ódio.

Como trabalhadores, sabemos que quem está pagando a conta disso tudo são os menos favorecidos, os que estão perdendo seus salários e suas condições de trabalho. É fácil pedir que a economia volte a funcionar plenamente quando, na verdade, quem estará se aglomerando e adoecendo nos transportes públicos, nas ruas e nos locais de trabalho não serão os patrões e suas famílias.

Portanto, seguindo desde sempre nossas posturas em favor dos valores democráticos e da defesa incondicional das questões e dos direitos que envolvem a classe trabalhadora, mantemos nossa posição de repúdio e combate a qualquer investida do atual governo que atinja nosso direito fundamental que é a vida.

Eliseu Silva Costa, presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo

As opiniões expostas neste artigo não refletem necessariamente a opinião do Rádio Peão Brasil

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS

QUENTINHAS