PUBLICADO EM 20 de maio de 2019
COMPARTILHAR COM:
Colunista Luiz Carlos Motta

Vitórias Comerciárias

As atuações dos 71 sindicatos filiados à Fecomerciários têm obtido conquistas em várias frentes. Seja em ações individuais ou coletivas, elas são efetivas e contribuem para a melhoria da qualidade de vida da categoria. Nesta primeira quinzena de maio, por exemplo, a luta pela preservação dos direitos acumulou vitórias, inclusive na justiça. Confira alguns exemplos:

1) Limeira acaba de garantir o pagamento de indenização para 750 empregados e ex-empregados do Atacadão por descumprimento do Descanso Semanal Remunerado. O valor total da ação ultrapassa R$ 1,3 milhão.

2) Lorena conquistou o pagamento de R$ 50 mil junto a 33 funcionários da Loja Calsul referentes a desrespeito de jornada.

3) Guarulhos fechou acordo para que a loja Khelf pague PLR no total de R$ 20 mil para nove funcionários relativa a 2013 e 2018.

4) Itu, Marília, Piracicaba, Limeira e São José dos Campos iniciaram conversa conjunta com a Lojas Cem a respeito da extensão da concessão da cesta básica ou tíquete-refeição nas 270 lojas do grupo em todo o Estado, entre outros pontos.

PPR

Já no dia 15, na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC), acompanhei o presidente Levi Fernandes Pinto na assinatura de acordo de Programa de Participação nos Resultados (PPR) para todos os funcionários das Lojas Marisa, desde que cumpridas as metas.

O mesmo entendimento iniciou-se, em Brasília, com a rede Walmart. Em breve, deve ser tratado com o Carrefour, que já nos encaminhou proposta a respeito. A data indicativa é julho. Acordos desta natureza têm avançado no Estado. De janeiro a maio deste ano, a concessão de PLR foi assinada com 20 empresas. Acordos de PPR ou PLR beneficiam os trabalhadores e as empresas. Estimulam a produtividade, as vendas e a economia.

 Luiz Carlos Motta é presidente UGT-SP da Federação dos Comerciários do Estado de São Paulo (Fecomerciários) e deputado federal (PR/SP)

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS

QUENTINHAS