PUBLICADO EM 24 de jan de 2018
COMPARTILHAR COM:
Colunista João Carlos Gonçalves (Juruna)

Carnaval dos Aposentados será dia 30 na Avenida Paulista

Venha participar e defender seus direitos. A concentração será a partir das 9 hs em frente o Shopping Paulista

Na próxima terça-feira, dia 30, os aposentados farão um carnaval de protesto na Avenida Paulista. Promovida pelo Sindicato Nacional dos Aposentados e Pensionistas, a manifestação será bem-humorada, mas contundente em relação a reforma da Previdência. Os aposentados exigem a manutenção dos seus direitos, com toda razão porque, afinal, trabalharam a vida toda contribuindo para o desenvolvimento do País.

O movimento sindical está junto com os aposentados nesta luta por uma vida digna. Afinal, é preciso acabar com esse sistema injusto que vigora há décadas no País: a maioria trabalha para manter os privilégios de poucos.

Temos, sim, que negociar melhores condições de vida para os aposentados. Recentemente, a Força e o Sindicato Nacional dos Aposentados ingressaram no Supremo Tribunal Federal com uma ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade) para que o governo reveja os índices de reajuste do salário mínimo.

Pelo segundo ano seguido, o governo reajustou o mínimo com índices abaixo da inflação e fez um achatamento ainda maior nos benefícios dos cerca de 22 milhões de brasileiros aposentados, ou seja, 70% dos beneficiários do INSS, que terão de sobreviver com uma renda, insatisfatória, de R$ 954,00.
O Carnaval do dia 30 servirá para mostrar que os aposentados não são invisíveis. São uma força política muito bem organizada. Esta organização surgiu em 2000, com a criação do sindicato, que tem 80 sedes espalhadas pelo País.

Muita coisa precisa ser feita. No entanto, nesses 18 anos os aposentados também tiveram conquistas, fruto do trabalho de muitos, liderados pelo sindicalista João Batista Inocentini, que presidiu a entidade durante anos, e Marcos Bulgarelli atual presidente.

O sindicato negocia com o governo e o Congresso Nacional e, ao longo desses anos, obteve antecipação de reajuste de aposentados para o início do ano, o pagamento da primeira parcela do 13º salário em agosto, o Estatuto do Idoso, entre outros benefícios.

Os aposentados vão continuar reivindicando políticas públicas para mulheres, transporte decente, saúde gratuita, programas de lazer, entre outros.

João Carlos Gonçalves, Juruna, Secretário geral dacForça Sindical e vice presidente do Sindicato dos Metalurgicos de São Paulo

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS

QUENTINHAS