PUBLICADO EM 09 de jan de 2019
COMPARTILHAR COM:

No Embalo do Carimbó e Sirimbó, um clássico da música do Norte

O disco contém uma das músicas mais emblemáticas da discografia da música do Norte, especialmente ligada à gênese da lambada.

Norte do Brasil tem uma série de discos históricos que, a seu tempo, modernizaram a música regional e moldaram, a partir dos anos setenta, um fenômeno musical e mercadológico regional inédito no país

No volume 5 de sua série “No embalo do carimbó e sirimbó”, lançado em 1976, Pinduca afirma definitivamente sua identidade musical e visual. No som, as guitarras modernas que substituíram o tradicional banjo, se mostram mais presentes. Já na capa do disco ele aparece com sua indumentária clássica, incluindo o chapelão. E mais, também na capa, ele se define pela primeira vez como “O Rei do Carimbó”.

O disco contém uma das músicas mais emblemáticas da discografia da música do Norte, especialmente ligada à gênese da lambada. Trata-se de “Lambada”, apresentada como “sambão”, que traz a guitarra de Mário Gonçalves executando o que seria a primeira manifestação gravada do gênero. Nos primeiros discos de Pinduca, Mário, seu irmão, e o guitarrista Dinaldo, faziam às vezes do banjo clássico carimbó.

O disco foi gravado no estúdio SOMIL, no Rio de Janeiro, com direção artística de Paulo Rocco, e lançado pelo selo Bervely. Participaram das gravações os músicos Mário Gonçalves, Dani, Dina, Pantoja, Bemol e Libonate, que Pinduca cita/apresenta na última faixa do disco, a música “Mutirão”. No repertório, estão músicas como “Lari Lari Ê”, “Carimbó do Pará”, “Comanchera” e “Coisa boa do Pará”, além de “Lambada”.

Pinduca tem mais de 25 títulos em sua discografia, entre obras inéditas e coletâneas. Depois de romper a barreira local, Pinduca tornou o carimbó conhecido no restante do país. Ao longo da carreira, realizou shows em rádios e televisões, popularizando canções como “Sinhá Pureza”, “O rico e o pobre” e “Comancheira”, entre outras.

Fernando Rosa é jornalista, produtor cultural, editor do portal Senhor F e colaborador do site Rádio Peão Brasil

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS

QUENTINHAS