PUBLICADO EM 13 de nov de 2017
COMPARTILHAR COM:
Colunista Sérgio Butka

A maior arma contra a Reforma Trabalhista é o trabalho firme na base

Com a Reforma Trabalhista já batendo na nossa porta, é ainda mais importante reforçar que a grande arma contra esse ataque aos nossos direitos é o trabalho na base. A nossa grande ferramenta de luta para garantir que o trabalhador fique protegido é justamente a nossa principal missão como Sindicato, ou seja, estar sempre presente no chão de fábrica.

Porque só assim, estando ao lado do trabalhador, acompanhando sua realidade, suas necessidades e lutando por melhorias é que vamos impedir que ele saia prejudicado nessa pilantragem do governo. Temos que ficar em cima e ainda mais atentos, porque sabemos que patrão nenhum vai perder a chance de aplicar os itens da Reforma e lucrar ainda mais em cima dos trabalhadores.

O caminho que se desenha daqui para frente é esse: aumentar ainda mais o trabalho na base para fortalecer a luta e garantir que nas negociações sejam aprovados só itens que representem avanços reais na vida do trabalhador.

É claro que o trabalho daqui para frente não vai ser fácil, porque estamos vivendo um momento de grande ataque. Mas sabemos também que um Sindicato atuante e que cumpre bem o seu papel de estar sempre em contato direto com a sua base vai conseguir defender o interesse do trabalhador.

Vamos em frente, porque a batalha contras as Reformas não acabou e a luta continua!

Sérgio Butka é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC), Força Paraná e Federação dos Metalúrgicos do Paraná (Fetim)

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS

QUENTINHAS