PUBLICADO EM 15 de abr de 2020
COMPARTILHAR COM:
Colunista Luiz Carlos Motta

Comerciários ampliam lista de combate à covid-19

Com a crescente exposição dos comerciários de mercados, supermercados e dos práticos de farmácia ao novo Coronavírus, os 71 Sindicatos Filiados à Fecomerciários têm redobrado suas vigilâncias e adequado as suas reivindicações para proteger a saúde desses profissionais, que estão fora da quarentena decretada pelo governo estadual por prestarem serviços essenciais.

Proteção

Preocupados com o alastramento da Covid-19 no Estado de São Paulo, epicentro da pandemia, Sincomerciários e Sinprafarmas, têm exigido das entidades patronais a adoção de medidas mais efetivas de prevenção ao contágio.

Providências

Por enquanto, esta nova lista de reivindicações aponta as seguintes providências:

1) Fornecer Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).
2) Afastar funcionários que integram grupos de risco.
3) Desinfetar constantemente os locais de trabalho.
4) Instalar lavatórios com água e sabão.
5) Equipar caixas com peças protetoras, como painéis de acrílico.
6) Limitar o acesso de clientes nos locais de compra.
7) Orientar o cliente a tocar somente os produtos que for comprar.
8) Orientar o cliente a cumprir as medidas protetivas, como manter distância mínima dos atendentes e caixas.
9) Estimular compras rápidas.
10) Disponibilizar álcool gel para higienização dos clientes.

Luiz Carlos Motta, Presidente da Fecomerciários, CNTC e Deputado Federal

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS

QUENTINHAS