Colunista Orlando Silva

Bolsonaro sonha ser Luís XIV, mas pode acordar na guilhotina

A essa altura dos acontecimentos, resta evidente que o governo Bolsonaro caminha decidido para um fracasso precoce. Não se trata aqui de exercício de futurologia sobre impedimento, renúncia ou golpe, mas de uma inferência a partir das demonstrações dadas e reiteradas.

O “tsunami da educação” fez a frente ampla nas ruas

A política tem dessas coisas, às vezes um determinado fato tem o condão de catalisar toda uma onda de insatisfação social que vem se sedimentando e transformá-la em movimento de massas. É a "centelha que incendeia a pradaria", diriam os chineses sobre esse tipo de fenômeno.

A revolução dos ignorantes

Jamais se viu na história brasileira um governo tão orgulhoso da própria ignorância. Símbolo maior do culto à indigência intelectual, o presidente da República não cansa de render homenagens ao obscuro Olavo de Carvalho, figura marginal e sem credibilidade acadêmica alguma, que virou personalidade da República por desopilar o fígado nas redes sociais xingando oponentes.

Cem dias sem governo

Bolsonaro chega aos cem dias de mandato sem nada a comemorar: nenhuma realização concreta, más notícias no cenário econômico, falta de organização no governo, sem base de sustentação no Congresso e com a popularidade em franca erosão.

Hora de jogar para ganhar: Unidade já!

Seis meses de desemprego e desproteção

Avante, Manuela D’Ávila!

Temer implode Brasil

Saída de Temer abastece caos

Privacidade é direito dos brasileiros

A economia globalizada tem como necessidade básica o processamento de dados pessoais nas mais diversas cadeias produtivas. Quando não há legislação específica, essa realidade traz riscos à privacidade dos cidadãos, direito fundamental nas principais Constituições democráticas do mundo. Os brasileiros estão cada vez mais expostos ao vazamento de informações, que pode comprometer a dignidade da […]