PUBLICADO EM 03 de ago de 2018
COMPARTILHAR COM:

UGT-SP encerra seminário e aprova diretrizes para entidades filiadas

A regional de São Paulo da União Geral dos Trabalhadores encerrou nesta quarta (1º) o Seminário sobre relações trabalhistas. O evento, iniciado segunda (30) no Centro de Lazer da Fecomerciários, em Praia Grande, reuniu 234 dirigentes dos 170 Sindicatos filiados à Central no Estado.

Foto: Arquivo

Amauri Mortágua, presidente em exercício da UGT-SP, avaliou positivamente os três dias de debates. Ele disse à Agência Sindical que o Seminário “transmitiu conhecimentos e experiências para melhorar as ações sindicais, principalmente através dos palestrantes. Nesse sentido foi excelente”.

Seminário da UGT-SP definiu diretrizes para entidades filiadas

“O evento foi voltado para a representação sindical. A partir dele estaremos norteando as entidades filiadas para os próximos passos. Além da defesa da categoria, o movimento sindical precisa ser protagonista. Continuaremos a blindar os direitos dos trabalhadores. Mas temos que reinventar sindicalismo”, afirma Mortágua.

Chiquinho – Presidente licenciado do Sindicato dos Padeiros, Chiquinho Pereira conclamou os dirigentes sindicais a estimularem o debate em suas bases sobre a participação dos trabalhadores no processo eleitoral deste ano.

“Alguns pensam o contrário. Atentem-se: quem vota contra a gente não merece ser reeleito. Porque, como eu disse, se eles tiverem a chance de cortar mais direitos, vão cortar”. Ele conclui: “Temos que atuar forte para o trabalhador ser respeitado. O Congresso Nacional a ser eleito neste ano tem de ser mais honesto com o povo”.

Ao final do Seminário foram aprovados cinco encaminhamentos, que passam a ser diretrizes unitárias da UGT-SP.

Mais informações: www.ugt-sp.org.br

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS

QUENTINHAS