historia

Dia de Martin Luther King: o líder que se confunde com a história dos Direitos Civis

Nesta segunda-feira é comemorada a data que este ano coincide com seu aniversário

entrevista

Sindicato era ainda Associação dos Metalúrgicos de São Bernardo”, afirma Derly

"Quando eu cheguei a São Bernardo, em 1960, e fui trabalhar na Villares (1), o Sindicato ainda não era Sindicato. Era Associação dos Metalúrgicos de São Bernardo. Essa foi a primeira diretoria [aponta para o site ABC de Lutas], de 1963 a 1965. Eu entrei nesta diretoria como primeiro suplente. Dela só temos três companheiros vivos, José Fernandes, eu e o Castro [Orisson S. de Castro]. Essa foi a diretoria cassada em 1964. O terreno onde é a sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo era uma chácara, eu que comprei. Já tínhamos o projeto e dinheiro em caixa para fazer a sede, quando veio o golpe. Aí foi feita a intervenção. De vez em quando faziam eleições, aí nossas bases, clandestinas, ganhavam, eles cassavam de novo, e isso foi até a eleição de 1971. Na eleição de 1971 foi quando o Lula saiu da nossa chapa e entrou na chapa do interventor. E a partir daí entrou todo um processo."

historia

Lições para 2018 de um dos anos mais tumultuados da América

Eleição de Richard Nixon; assassinatos de Martin Luther King Jr e Robert F. Kennedy; e generalizados protestos contra o racismo, sexismo, e contra a Guerra do Vietnã. Adiante do 50º aniversário desses eventos que chacoalharam o mundo, as questões e preocupações que então dirigiam a conversação nacional continuam surpreendentemente relevantes. Aqueles que viveram e estudaram 1968 apontam lições que o ano pode transmitir para entender o país hoje.

cultura

Em Gramsci “Odeio o Ano Novo” avalia a hipocrisia histórica da data comemorativa

O marxista italiano Antonio Gramsci, membro-fundador e secretário-geral do Partido Comunista da Itália, e deputado pelo distrito do Vêneto, foi o pensador que ajudou o eurocomunismo no processo político. De família pobre, as dificuldades materiais moldaram sua visão do mundo e tiveram grande peso na sua decisão de filiar-se ao Partido Socialista Italiano. Quando ainda […]

historia

“Fui levado para o departamento pessoal da Volkswagen. Ali mesmo começaram as torturas”, afirma o ex-ferramenteiro Lúcio Bellentani

entrevista

A formação de militantes era extremamente débil, explica Marco Antônio Coelho

Rádio Peão Brasil publicará uma série de  entrevistas que ajudam a compreender nosso país. Começamos com entrevista de Marco Antônio Tavares Coelho, advogado e jornalista mineiro . Nascido em Belo Horizonte, em 1926, ele era o último remanescente da cúpula do PCB em 1964, atuando junto com Luiz Carlos Prestes, então secretário-geral do partido. Quando houve o golpe militar no país, destituindo João Goulart, Marco Antônio era deputado federal pelo estado da Guanabara e teve seu mandato cassado. Ele foi preso e torturado pelo governo militar, época que conta em sua memória Herança de um sonho: Memórias de um comunista (Record, 2000).

cultura

Máximo Gorki, o escritor da revolução proletária

“A história do trabalho e da ação humana é bem mais interessante e significativa do que a história do homem como individualidade”. Com esta frase o escritor Máximo Gorki inicia seu texto Como aprendi a escrever. Ela define o princípio básico de sua literatura.

entrevista

A elite brasileira sempre foi retrógrada, afirma o diretor do SinPro-SP, Ailton Fernandes

Segundo o professor Ailton Fernandes, os imigrantes europeus que chegaram ao Brasil para trabalhar no campo eram tratados como escravos. Endividados, muitos foram morar nas senzalas e, muitas vezes, recebiam castigos corporais. Isto porque a elite brasileira, coronelista, sempre foi autoritária e retrógrada. Com a incipiente industrialização, parte desses trabalhadores foi para as cidades levando a revolta contra o coronelismo observado no campo.

historia

As “Fake News” são velhas armas de guerra, usadas largamente pelo nazismo

Embora a expressão Fake News pareça nova, um artigo da plataforma History News Network, publicado na revista Times, de dezembro de 2017, mostrou como as notícias falsas foram usadas largamente na máquina de propaganda nazista.   O artigo, assinado pelo professor de Comunicação na Universidade Queen Mary de Londres, Nicholas O’Shaughnessy, aponta que casos como […]

historia

Relatório da Comissão da Verdade de Minas Gerais denuncia tortura contra presos políticos e provável assassinato de JK

  Depois de quatro anos de investigação, a Comissão da Verdade apresentou ontem (13), em Minas Gerais, o relatório final sobre as violações de direitos humanos no estado entre 1946 e 1988. Um dos capítulos do documento de 1.781 páginas analisa as mortes de Juscelino Kubitschek e do seu motorista Geraldo Ribeiro e conclui que […]