cultura

Jornada do Patrimônio: Marquesa de Santos visita casa onde morou em SP

O prédio é um raro exemplar de residência urbana do século 18, embora não se saiba exatamente em que ano ele foi construído. Hoje, o local é sede do Museu da Cidade de São Paulo.

cultura

Woodstock, 50 anos: por que o festival ganhou tanta notoriedade? 

Era para ser mais um evento comercial, numa fazenda de uma pequena cidade no interior dos Estados Unidos. Mas o Festival de Woodstock transcendeu o tempo e transpôs fronteiras. Permanece vivo no imaginário popular. Nesta quinta-feira (15), comemoramos 50 anos do mais famoso dos festivais. Mas por que Woodstock marcou tanto?

cultura

Arte de rua, Street art em Sampa

cultura

Aracy de Almeida canta: “Três Apitos”

Para o operário, o apito da fábrica o chama para o batente. Mas para o poeta, lembra seu amor que lá trabalha! Noel Rosa, da dureza do cotidiano, extrai linda poesia!

cultura

A genialidade musical de Jacob do Bandolim faz falta há 50 anos

Além de manifestações em defesa da educação pública e da democracia, esta terça-feira (13) marcou os 50 anos da morte corporal do músico Jacob do Bandolim. Corporal porque a obra de todo grande artista é imortal, o que de certa forma o mantém vivo.

cultura

Arte de rua, street art em Sampa

cultura

Gil e os Mutantes cantam: ‘Domingo no Parque’; música

Gilberto Gil, nessa música que disputou Festival de 1967, cheia de metáforas, retrata um dia de lazer de dois trabalhadores que se encontram num domingo em um parque, com final trágico, que vemos estampados nas páginas policiais, dos jornais populares da segunda feira.

cultura

Olhos que condenam: série sobre racismo nos EUA é a mais vista da Netflix

Racismo, hipocrisia, perseguição a jovens negros, Justiça parcial, mídia sensacionalista e mentirosa, fraude processual… Calma, não é sobre a Lava Jato, nem sobre o Brasil. Esses são os ingredientes de Olhos que Condenam (When they see us), da Netflix, dirigida por Ava Duvernay (A 13ª Emenda e Selma – Uma Luta pela Igualdade).

cultura

Morre Toni Morrison, primeira negra a ganhar o Nobel de Literatura

Conhecida por descrever as dificuldades enfrentadas pela comunidade negra nos EUA, Morrison ganhou o Nobel de Literatura em 1993 e, após uma carreira de décadas, deixa um legado com obras que se destacam pela sua humanidade, como Amada, Canção de Salomão e Deus Ajude essa Criança.

cultura

Adoniran Barbosa, transformou em samba a decadência elegante de São Paulo

Nascido em 1912, Adoniran ganhou forçosamente dois anos a mais para não gerar problemas com a justiça que estabelecia a idade mínima de doze anos para o ingresso no mundo do trabalho. Seu registro passou, então, a indicar que João Rubinato nasceu em 6 de agosto de 1910, há 110 anos.