PUBLICADO EM 04 de dez de 2018
COMPARTILHAR COM:
Colunista João Guilherme Vargas Netto

Reunião de amigos

Quando se aproxima a época das festas de fim de ano os amigos se encontram. Foi isto que a iniciativa de João Franzin fez acontecer.

Dando prosseguimento à intenção nobre de agregar os amigos ele garantiu, pela segunda vez, uma reunião amistosa e produtiva de vários dirigentes sindicais, assessores, ativistas e pessoas interessadas (homens e mulheres) no êxito das lutas dos trabalhadores e de suas entidades. Nesta vez o local acolhedor – o Hotel Escola Leques Brasil – contribuiu para o sucesso da reunião que durou todo um fim de tarde agradável.

A pedido do organizador houve duas intervenções de abertura, do Toninho do DIAP e do Clemente do DIEESE.

Ambos respeitados e ouvidos pelo movimento sindical expuseram cada um em sua “especialidade”, o quadro em que se desenvolverão as imediatas e futuras atividades sindicais.

Toninho traçou um quadro das iniciativas até agora anunciadas pelo novo governo e expôs o que se pode esperar do novo Congresso Nacional eleito, com diversidade partidária aumentada, um grande contingente de parlamentares novatos e inexperientes no dia a dia do Congresso e os esforços para dificultar ainda mais a vida regimental da oposição.

Clemente analisou o quadro econômico destacando as possibilidades de uma eventual retomada do crescimento, os efeitos imediatos das privatizações, da sanha deformista do governo e dos recursos a políticas sociais compensatórias em uma economia mundial que se encaminha para novas dificuldades.

Ambos alertaram para a necessidade premente da unidade de ação e para o perigo de iniciativas palavrosas e intempestivas, dando peso às atividades normais das campanhas salariais das grandes entidades.

A rodada de intervenções dos dirigentes, ativistas e assessores confirmou as preocupações dos expositores e reforçou a necessidade do empenho unitário e da cautela para agir num quadro de mudanças profundas ainda não totalmente avaliadas.

A opinião unânime dos amigos que se reuniram foi a do sucesso da reunião que, além de reforçar os laços de amizade, ajudou a esclarecer a importância para as entidades de continuarem existindo, resistindo e garantindo a unidade de ação.

João Guilherme V. Netto é consultor sindical

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS

QUENTINHAS