internacional

Dave Kamper: “Somos trabalhadores, não robôs”

Os trabalhadores da Amazon que entraram em greve nesta segunda feira (15) enfrentam o homem mais rico do mundo e uma das empresas mais poderosas do planeta.

internacional

Há 50 anos, a Apollo 11 era lançada rumo ao satélite da Terra

Há 50 anos, partia da Flórida a missão que mudou a forma como olhamos para o Universo. Desde que o homem pisou em solo lunar, seguimos desbravando o espaço, impulsionados pelos avanços tecnológicos e pela curiosidade de descobrir o que existe além da Terra

internacional

As falsas promessas do protecionismo

Grande parte das críticas contra a globalização hoje são relacionadas à ideia de que essa enriquece poucos, deixando muitos para trás. As pessoas que usam esse argumento frequentemente defendem o abandono global da globalização – o que colocaria a própria existência de uma agenda internacional em risco.

internacional

A patrulha de fronteira é a SS dos EUA

Depois de décadas cultivando uma cultura de abusos violentos e racistas, a Customs and Border Protection - CBP (Alfândega e Proteção de Fronteiras) não pode ser vista apenas como um trabalho a mais. Como a SS de Hitler, deve ser vista não como um lugar onde pessoas boas fazem coisas ruins, mas onde pessoas ruins fazem coisas ruins.

internacional

O drama dos refugiados, por Angelina Jolie

Angelina Jolie escreveu para a revista Time, que os refugiados, durante a Segunda Guerra, eram brancos europeus, com as mesmas raízes daqueles que hoje condenam a imigração. Para ela, todos merecem dignidade e tratamento justo e há, acentua, uma distinção muito clara entre o imigrante que escolhe deixar seu país e o refugiado que é obrigado a deixa-lo. A atriz é Embaixadora da Boa Vontade do ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados) e representa o alto-comissário no nível diplomático nas maiores crises de deslocamento no mundo.

internacional

Não adianta ter acordo se não tivermos competitividade, diz ex-embaixador do Brasil

O acordo comercial entre Mercosul e União Europeia (UE), anunciado na tarde da sexta-feira (28/06), não servirá de muita coisa se o Brasil e a região não conseguirem melhorar sua competitividade. A opinião é do diplomata Rubens Barbosa, ex-embaixador do Brasil em Londres e Washington, para quem o Itamaraty teve papel secundário na negociação do […]

internacional

As chamas do discurso do ódio; por Antonio Guterres

Nós reconhecemos o discurso do ódio como um ataque contra a tolerância, a inclusão, a diversidade e a essência de nossas normas e princípios de direitos humanos.

internacional

Nigel Farage, o reacionário mais perigoso da Grã-Bretanha

Em entrevista à revista eletrônica a Jacobin, o escritor Richard Seymour alerta para a ameaça representada por Nigel Farage e seu Partido do Brexit

internacional

A China não é o problema. O capitalismo é.

Tom Friedman e Steve Bannon estão, como sempre, errados. As dificuldades nos EUA não podem ser atribuídas à "guerra econômica" da China contra a democracia. É culpa das empresas e das elites estadunidenses.

historia

A militarização da fronteira Estados Unidos – México não é uma ideia nova

Em novembro do ano passado Presidente Trump disse que tantas como 15.000 tropas dos EUA podem ser implantadas na fronteira com o México, enquanto aproximadamente 3.500 migrantes de principalmente Honduras faziam seu caminho para o Norte. Sua crítica foi indignada, dizendo que ele estava jogando política com a questão da imigração, enquanto as eleições se aproximavam rapidamente. O membro do ranking Adam Smith (D-WA), do Comitê de Serviços Armados da Câmara, por exemplo, disse que “a (decisão) do Presidente é fundamentalmente errada e um ato político, em um tempo em que liderança é necessária. Nós não podemos militarizar a fronteira, e o Presidente Trump não ofereceu uma ideia clara do que nossas forças vão fazer lá”.